25 Abril - Independência de Moçambique

Ir em baixo

25 Abril - Independência de Moçambique  Empty 25 Abril - Independência de Moçambique

Mensagem por Raquel Machado em Qua Jan 30, 2019 10:01 am

A Guerra da Independência de Moçambique, também conhecida (em Moçambique) como Luta Armada de Libertação Nacional,[5] bem como Guerra Colonial Portuguesa foi um conflito armado entre as forças da guerrilha da FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique) e as Forças Armadas de Portugal. Oficialmente, a guerra teve início a 25 de Setembro de 1964, com um ataque ao posto administrativo de Chai no então distrito (actualmente província) de Cabo Delgado, e terminou com um cessar-fogo a 8 de Setembro de 1974, resultando numa independência negociada em 1975.

Ao longo dos seus quatro séculos de presença em território africano, a primeira vez que Portugal teve que enfrentar guerras de independência, e forças de guerrilha, foi em 1961, na Guerra de Independência de Angola. Em Moçambique, o conflito começou em 1964, resultado da frustração e agitação entre os cidadãos moçambicanos, contra a forma de administração estrangeira, que defendia os interesses económicos portugueses na região. Muitos moçambicanos ressentiam-se das políticas portuguesas em relação aos nativos. Influenciados pelos movimentos de autodeterminação africanos do pós-guerra, muitos moçambicanos tornaram-se, progressivamente, nacionalistas e, de forma crescente, frustrados pelo contínuo servilismo da sua nação às regras exteriores. Por outro lado, aqueles moçambicanos mais cultos, e integrados no sistema social português implementado em Moçambique, em particular os que viviam nos centros urbanos, reagiram negativamente à vontade, cada vez maior, de independência. Os portugueses estabelecidos no território, que incluíam a maior parte das autoridades, responderam com um incremento da presença militar e com um aumento de projectos de desenvolvimento.

Um exílio em massa de políticos da intelligentsia de Moçambique para países vizinhos providenciou-lhes um ambiente ideal no qual radicais moçambicanos podiam planear acções, e criar agitação política, no seu país de origem. A criação da organização de guerrilha moçambicana FRELIMO e o apoio da União Soviética, China e Cuba, por meio do fornecimento de armamento e de instrutores, levaram ao surgimento da violência que continuaria por mais uma década.[6]

Do ponto de vista militar, o contingente militar português foi sempre superior durante todo o conflito contra as forças de guerrilha. Embora em desvantagem, as forças da FRELIMO saíram vitoriosas, após a Revolução dos Cravos em Lisboa, a 25 de Abril de 1974, que acabou com o regime ditatorial em Portugal. Moçambique acabaria por obter a sua independência em 25 de Junho de 1975, após mais de 400 anos de presença portuguesa nesta região de África. De acordo com alguns historiadores da Revolução Portuguesa do 25 de Abril, este golpe de Estado militar foi impulsionado principalmente pelo esforço de guerra e impasses políticos nos diversos territórios ultramarinos de Portugal, pelo desgaste do regime então vigente e pela pressão internacional .


Wikipédia

Desde pequena que sempre ouvi a historia da minha familia que teve de fugir de Moçambique, onde muitos dos meus familiares nasceram, aquando da guerra!
Assim que começaram a ouvir na rádio FRELIMO perceberam que o caos se ia instalar!
O meu avô, como hobbie tinha a criaçao de cães,
raça pastor alemão! Quando se viram obrigados a fugir para Portugal, os cães foram entregues à polícia e as casas grandes onde viviam e onde passaram grande parte das suas vidas, ficaram para trás juntamente com todos os seus pertences que levaram anos de ttabalho a adquirir! O pouco que conseguiram trazer, era destruído, porque eles eram os chamados "retornados" e todos os seus contetores eram atirados a uma enorme distância do solo, ficando com.os seus pertences em caco!
Os animais de estimação que tinham, conseguiram reaver pedindo a familiares para que os trouxessem!
A Sua reintegração em Portugal foi muito difícil,foram muito mal recebidos e maltratados!




Raquel Machado
Raquel Machado
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 977
Pontos : 2098
Reputação : 89
Data de inscrição : 13/01/2019
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

25 Abril - Independência de Moçambique  Empty Re: 25 Abril - Independência de Moçambique

Mensagem por RTCFS24 em Qua Jan 30, 2019 11:37 am

Nunca percebi a parte dos retornados serem mal recebidos...

Enviado pelo Topic'it
RTCFS24
RTCFS24
Excelente
Excelente

Mensagens : 166
Pontos : 224
Reputação : 32
Data de inscrição : 22/01/2019
Idade : 27
Localização : Gaia

Voltar ao Topo Ir em baixo

25 Abril - Independência de Moçambique  Empty Re: 25 Abril - Independência de Moçambique

Mensagem por Raquel Machado em Qua Jan 30, 2019 11:52 am

O que não percebeste?
Raquel Machado
Raquel Machado
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 977
Pontos : 2098
Reputação : 89
Data de inscrição : 13/01/2019
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

25 Abril - Independência de Moçambique  Empty Re: 25 Abril - Independência de Moçambique

Mensagem por RTCFS24 em Qua Jan 30, 2019 11:54 am

Porque é que eles foram sempre mal recebidos. Estou a perguntar mesmo por cultura geral, porque não sei.

Enviado pelo Topic'it
RTCFS24
RTCFS24
Excelente
Excelente

Mensagens : 166
Pontos : 224
Reputação : 32
Data de inscrição : 22/01/2019
Idade : 27
Localização : Gaia

Voltar ao Topo Ir em baixo

25 Abril - Independência de Moçambique  Empty Re: 25 Abril - Independência de Moçambique

Mensagem por Raquel Machado em Qua Jan 30, 2019 12:51 pm

Para já só o facto de os nomearem de "retornados" era e é ofensivo, visto muitos deles terem nascido lá... e para além de ofensivo não conhecem o significado da palavra de origem: " retorno"...!
Foram cerca de 600mil portugueses que regressaram a Portugal vindos das colônias. Sofreram diversos tipos de discriminação, quando cá chegaram notava se uma grande diferença nos índices de escolaridades, que eram mais elevados (segundo vários comentadores, tambem)! Criaram uma grande competitividade a nível laboral e por tudo isto não foram vistos com bons olhos aqui!
Quem incentivou a raiva aos "retornados" hoje em dia vistos como refugiados (no seu próprio País) foi o maior bandido de todo o sempre, Mário Soares!
25 Abril - Independência de Moçambique  20190118
Raquel Machado
Raquel Machado
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 977
Pontos : 2098
Reputação : 89
Data de inscrição : 13/01/2019
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum