Salazar a culpa disto também foi tua?

Ir em baixo

Salazar a culpa disto também foi tua? Empty Salazar a culpa disto também foi tua?

Mensagem por Diogo em Qui Jan 24, 2019 6:18 pm

Eis o grande responsável, segundo as Sagradas Escrituras Abrileiras-Grandoleiras, segundo um grupo ou seita que tomou de assalto o corredor do poder neste país, os traidores e social-parasitas que se dedicam a denegrir Salazar e o nosso passado!
Quem foram afinal os responsáveis por esta pequena lista de atrocidades cometidas contra o povo português, vão agora dizer-me que foi Salazar, senão vejamos, quem foram os responsáveis por:
Fogo de Pedrógão.
Pela queda da árvore na Madeira.
Pelo fogo de Monchique.
Pela derrocada de Borba.
Pela queda da ponte de Entre os Rios.
Pela impagável divida soberana.
Pela farsa dos Kamov, submarinos e Pandur.
Pelo colapso da Banca.
Pelo atraso deste povo depois de 44 anos de "democracia".
Por morrer gente em macas nos corredores dos hospitais.
Por não termos um verdadeiro sistema de educação.
Por termos perdido a soberania(vendida barata).
Por termos perdido a auto-suficiência.
Por termos regredido brutalmente em termos de desenvolvimento humano.
Por sermos hoje o esgoto e caixote do lixo da Europa.
Por termos um governo parasita.
Por termos uma justiça para ricos e outra para pobres(cadeias de luxo para ricos e cadeias de lixo para pobres).
Por termos preguiçosos de luxo,com todos os direitos e mordomias garantidos e gente que trabalha todos os dias na mais completa miséria.
Por termos os nossos idosos a morrer miseravelmente abandonados pelo sistema.
Por termos um país desertificado e abandonado.
Por não sabermos sequer quem somos hoje, nem aquilo que somos, por termos perdido a identidade.
Pois, foi este senhor o responsável por tudo isso, disso não duvido, pois se não tivesse existido, este país, há muito teria deixado de ser um Estado Soberano, não sei o que seriamos hoje, certamente poderíamos ser muita coisa, muita coisa, menos portugueses, teríamos hoje uma cultura diferente e quem sabe até uma língua diferente!!!
Vou repetir as palavras de Churchil, "mal empregado estadista para um país tão pequeno", não era o país que era pequeno, na verdade quem sempre foi este povo acarneirado, manso e submisso, este povo imbecilizado e macambúzio das "Farpas" do nosso Ramalho Ortigão, este povo mal agradecido e vaidoso, este povo ignorante e arrogante, este povo de memorias curtas que esqueceu até o porquê de ser português, um povo que renega as suas figuras, a sua grandeza do passado, os grandes feitos e conquistas que estiveram na origem da consolidação da sua nação, é um povo condenado ao insucesso, condenado a ser capacho e escravo de outrem, é um povo, ou melhor, uma nação ferida de morte, uma nação em extinção, um aglomerado amorfo de escoria humana que em vez de seres humanos passaram a ser meros objectos sem vida ou vontade própria.
Na verdade somos um povo de suicidas pois em vez de lutarmos pelos nossos ideais e pelos nossos interesses fazemos exactamente o contrario, fazemos o jogo do inimigo, o jogo que os nossos Migueis de Vasconcellos, ou seja, os nossos governantes nos impõem, votamos e escolhemos, não os bons, não os honestos, não os que merecem a nossa confiança, escolhemos na verdade, aquele que julgamos que nos rouba menos, deixamos de ser exigentes, nivelamos por baixo, portanto, de que nos queixamos?
Tivemos tudo, tivemos uma verdadeira elite, um escol, hoje temos o quê?
Corruptos, traidores, genocidas, bandalhos como elite, e porquê, muito simples meus caros, perdemos a identidade e os valores, deixamos de ser exigentes connosco próprios, vendemo-nos ao facilitismo, perdemos a nossa espiritualidade e rendemo-nos a um novo Deus, o Capital e a tudo o que esse capital representa, nem que para tal tenhamos perdido ou vendido a alma ao Diabo e com essa atitude tenhamos destruido o futuro das gerações vindouras, condenamos os nossos filhos e netos a uma condição nada dignificante de escravos, passamos de senhores a escravos, essa é a verdade, o pior é que o fizemos de forma voluntária, por omissão talvez, quem sabe inconscientemente, somos na verdade um povo de inconsequentes...
Portanto, não atirem nem assaquem as responsabilidades para quem afinal tudo fez, tudo deu por esta nação, país e outrora império, na verdade deu a sua vida pela defesa dos seus ideais e honrou de sobremaneira o sangue, suor e lágrimas dos nossos ancestrais, na verdade levantou um estado e devolveu-nos a dignidade entretanto perdida...
Não culpem Salazar, culpem-se a vós próprios, pois quando interesses partidários, clubisticos e corporativos se sobrepõem aos da nação, está tudo explicado...
Termino com alguma frases de Salazar, espero que as entendam.

«Deus, Pátria, Família».

«O grau das liberdades públicas efectivas depende da capacidade dos cidadãos, não da concessão magnânima do Estado».

«Pois é preciso que gritemos tão alto a verdade, que demos tal relevo à verdade que os surdos a ouçam e os próprios cegos a vejam».

«Instrução aos mais capazes, lugar aos mais competentes, trabalho a todos, eis o essencial».

«A Nação não se confunde com um partido, um partido não se identifica com um Estado».

Alexandre Sarmento.
Diogo
Diogo
Iniciado
Iniciado

Mensagens : 8
Pontos : 16
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/01/2019

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum