O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Mário Machado em Seg Mar 18, 2019 9:03 am


Em Portugal não existe um forte movimento Nacionalista porque é tudo a feijões!

Porque a esmagadora maioria dos Nacionalistas em Portugal ainda não se convenceu de que estas «nossas ideias» e esta «nossa concepção do mundo» não é nenhum hobby, não é moda e não é algo que desaparece ou ocupa lugar de segundo plano quando se passa a ter 20, 25 ou 30 anos. Não se coaduna com comportamento rebeldes e inconsequentes, não tem a ver com exibições gratuitas de símbolos ou roupa.

Caro amigo, não faças aquilo que te dá prazer, não demonstres a tua revolta perante o que nos rodeia da forma mais primária ou de forma violenta...não faças aquilo que «eles» querem que tu faças. Não sejas uma marioneta nas mãos dos nossos oponentes! Se queres realmente fazer algo...respira fundo e procura antes canalizar toda essa revolta e energia para «atacar» o sitema com material e actividades verdadeiramente revolucionárias e eficazes e apoiando os projectos sérios e construtivos, que visam não só lutar contra esta sociedade decadente, como lutar pela edificação de uma nova mentalidade e de um «novo homem»!!!

Uma última pergunta poderá ocorrer-vos: « Se o movimento Nacionalista não está tão forte como gostaria e se  existissem tantas "condições" para ser um activista e para que as coisas "vão para a frente", e se ainda por cima fico por vezes decepcionado com algumas pessoas ou com algumas coisas que não correm bem, porque é que hei-de fazer eu parte desta luta tão exigente?»
A resposta é muito clara: Não faças parte! É que a maior parte das pessoas que se interessam pelas nossas ideias estão connosco, «andam» connosco e dizem partilhar as nossas ideias, mas estão redondamente enganados. O seu lugar poderá ser em muitos locais, mas certamente não junto de Nacionalistas, as suas ideias (quando as têm) poderão ser algumas, ou até muitas, mas certamente não são as «nossas» e não têm o «nosso comportamento» perante a vida. É para todas essas pessoas, independentemente da idade ou localização geográfica, que eu digo: Não façam parte do «nosso movimento».
Basta de equívocos! Quanto mais cedo vocês e nós entendermos isso, melhor para todos.

Ao longo dos últimos anos, o movimento Nacionalista felizmente tem evoluido imenso na sua qualidade humana.Tem-se depurado e exposto muitas pessoas, algumas delas eram mesmo consideradas como uma referência Nacionalista em Portugal, o que é gravissimo. E que não haja qualquer dúvida: Apesar de querermos sempre evoluir mais e melhor, até porque tal está perfeitamente ao nosso alcance, a verdade é que hoje em dia o «nosso movimento», apesar de ainda fraco (tendo em conta as nossas ambições) está provavelmente mais maduro e forte do que nunca!

Para os Nacionalistas que se identificam com as «nossas ideias», a resposta à pergunta acima colocada é igualmente muito clara: Façam parte deste combate, pois é a causa mais justa e mais importante que pode existir para nós, Portugueses e Brancos. Para além do mais, é a nossa própria sobrevivência, enquanto Povo e Nação, que está em perigo. Arregaça as mangas e passa a fazer parte desta aventura!

Inscreve-te na Nova Ordem Social!

JLR
Mário Machado
Mário Machado
Admin

Mensagens : 1742
Pontos : 3008
Reputação : 307
Data de inscrição : 12/01/2019
Idade : 43
Localização : Cascais

http://www.novaordemsocial.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por AM em Seg Mar 18, 2019 9:19 am

Bom dia meu líder,boa publicação.
Podes sempre dar a conhecer as tuas motivações e ideias para o nosso Portugal por forma a que alguns entendam o que mudou na tua forma de ver a politica e a vida social,e só uma sugestão.

AM
Médio
Médio

Mensagens : 36
Pontos : 39
Reputação : 3
Data de inscrição : 13/01/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Mário Machado em Seg Mar 18, 2019 9:23 am

Assim será amigo! Obrigado.
Mário Machado
Mário Machado
Admin

Mensagens : 1742
Pontos : 3008
Reputação : 307
Data de inscrição : 12/01/2019
Idade : 43
Localização : Cascais

http://www.novaordemsocial.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por goncalo.j.f.marques em Seg Mar 18, 2019 10:05 am

@ Mário, concordo.

Aqui penso que o problema não seja apenas alguns quererem parecer o que não são. Acho que muitos nem sequer sabem o que são.

Era importantíssimo que todos se auto-analisassem e percebessem primeiro quem são e o que são. E depois o assumissem frontalmente.

Discordo um pouco da parte de que se for "suficientemente diferente" não se juntar. Penso que seja possível juntar desde que ambos os lados saibam claramente as regras e com o que contar. Mau mesmo é pensar que temos uma pessoa a nosso lado e depois se revelar ser uma pessoa completamente diferente.
De resto até com diferenças são possíveis sinergias positivas.

Dou o meu exemplo. Desde inicio, que fui bem claro e chegamos a falar sobre isto.
Desde inicio que sabemos aquilo em que convergimos e aquilo em que divergimos.

Considero que estamos alinhados em 75% das ideias, o que pareceu suficiente para uma união.

Mas também desde inicio ficou claro que estes 75% eram suficientes para nos unir pelas ideias comuns e lutar até que o movimento Nacionalista ganhe destaque e dimensão nacional, da mesma forma que ficou claro que os restantes 25% seriam suficientes para fazer de mim dissidente aquando o movimento tenha poder politico.

Basicamente apenas corrigia este pequeno ponto. E diria a um nacionalista, que tenha amor à pátria mas que tenhas algumas divergências para se juntar de igual forma, Mas para se juntar assumindo claramente o que é e como pensa. Nunca fingir ser o que não é pois isso sim trará danos.

De resto até com pequenas diferenças é possível criar sinergias benéficas para ambos os lados...Julgo.

Abraço
goncalo.j.f.marques
goncalo.j.f.marques
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 491
Pontos : 637
Reputação : 46
Data de inscrição : 18/01/2019
Localização : Rio Maior

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Raquel Machado em Seg Mar 18, 2019 12:47 pm

100% acordo
Raquel Machado
Raquel Machado
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 977
Pontos : 2098
Reputação : 89
Data de inscrição : 13/01/2019
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Billy the Kid em Seg Mar 18, 2019 1:01 pm

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Eu desde já digo que não sou ninguém importante, mas sobre esta matéria (que eu conheça aqui no forum) apenas o MM entenderá a fundo o que eu quero dizer...

O movimento nacionalista em Portugal não é forte devido ao povo que tem... custa dizer mas é a verdade! Muitos "nacionalista" vêm ou vieram para o movimento por estilo, o MM claramente já o afirmou, mas, não ficou na bancada, na droga, na violência sem lógica... Mas muitos ficam ou ficaram por la... Para outros ser-se nacionalista é ou era um forma de vida, junto ao facto de muitos deles pertencerem a uma subcultura urbana os "skinheads", onde se olharmos cruamente para a questão, isto não era um movimento politico, nos melhores dos casos eram gangs ideologicamente motivados... alias meteu-me sempre um bocado de estranheza essa sempre presente mentalidade de gang, sempre muito desconfiada de tudo e de todos, muito "nós contra eles" alias devido ao meu estilo pessoal tive um bocado dificuldade em "penetrar" o movimento nacionalista...

Um outro serio problema são os egos, todos querem ser lideres, fazem-se e fizeram-se grupos e grupelhos que vivem de personalidades. O problema é quando certos líderes com certos tipos de egos e personalidades batem de frente.. em Portugal isso foi é e será um problema, porque depois vemos o "contar de armas" de um lado e de outro, e entendemos que afinal de contras nós estamos envolvidos em concursos de popularidade com consequenciais serias...

Depois entramos no aspecto do próprio nacionalista português, que em si, é algo que deve ser debatido e avaliado em conjunto com o que eu já escrevi: Em Portugal temos o dito "nacionalista" paternalista, ainda não entendeu que Angola é um país com hino e bandeira própria e que chama aos povo das ex-colónias "irmãos". Depois existem os outros "nacionalista" que olham para a Europa como o grande terror e que preferem estarem "orgulhosamente sós" mesmo que isso traga o suicídio económico (e talvez por serem jovens) e não se lembram que Portugal foi intervencionado (FMI) em 1977 e em 1983, quando estávamos precisamente "orgulhosamente sós". E por fim há os nacionalistas como eu e pela certa como o MM (a menos que tenha mudado mesmo muito), que olham para os outros dois tipos de "nacionalistas" com um misto de preocupação e tristeza... No mundo onde vivemos actualmente ninguém vive sozinho, e a maior parte dos nacionalistas europeus já entendeu isso, e o que nos une não é a EU, o que nos une são os laços étnicos e culturais, e todos temos que remar para o memo lado, seja debaixo do símbolo do "9%" seja debaixo do banner das "14 palavras", mas temos que todos dar as mãos e quando se entendo o que eu estou a falar, acabamos por ter camaradas (como eu tenho) desde o Canada aos USA, a Australia, onde trocamos ideias e formas de combate porque afinal de contras todos nós temos os mesmos problemas estejamos onde estejamos, não entender isto no fundo é travar o nacionalismo.

A meu ver, e como eu já disse não sou ninguém, jugo que o movimento nacionalista em Portugal tem que mudar. A Nova Ordem Social como eu já escrevi anteriormente é uma boa ideia, estruturalmente esta dentro do que era a antiga FN, (da qual eu fui um orgulhoso integrante) mas tinha um problema fulcral exactamente como a NOS, ou seja, estas duas organizações contam com a dedicação ou o sentido de dever dos seus activistas... Eu nunca me esquecerei quando eu fiz milhares de Kms para estar numa manifestação (onde conheci pessoalmente o MM), mas o autocarro que levou os nacionalistas para essa manifestação estava metade vazio... E desmotivador ver casos desses, e é foi por ver ao longo de muitos anos casos iguais a esse que relatei agora mesmo, que eu decidi apenas pertencer a organizações onde tenham membros (e não activistas), onde se pagam costas mensais, onde o nosso compromisso para com a organização e a causa seja total... Com isto não estou a dizer que a NOS não deva ter activistas como tem, nada disso, mas no dia que a NOS tiver nos seus quadros o ranking "membro" contem comigo, porque eu ai saberei que quem esta ali esta a 100% como eu estarei!
Billy the Kid
Billy the Kid
Admin

Mensagens : 560
Pontos : 625
Reputação : 59
Data de inscrição : 14/01/2019
Idade : 40

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por goncalo.j.f.marques em Seg Mar 18, 2019 1:09 pm

Billy the Kid escreveu:O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Eu desde já digo que não sou ninguém importante, mas sobre esta matéria (que eu conheça aqui no forum) apenas o MM entenderá a fundo o que eu quero dizer...

O movimento nacionalista em Portugal não é forte devido ao povo que tem... custa dizer mas é a verdade! Muitos "nacionalista" vêm ou vieram para o movimento por estilo, o MM claramente já o afirmou, mas, não ficou na bancada, na droga, na violência sem lógica... Mas muitos ficam ou ficaram por la... Para outros ser-se nacionalista é ou era um forma de vida, junto ao facto de muitos deles pertencerem a uma subcultura urbana os "skinheads", onde se olharmos cruamente para a questão, isto não era um movimento politico, nos melhores dos casos eram gangs ideologicamente motivados... alias meteu-me sempre um bocado de estranheza essa sempre presente mentalidade de gang, sempre muito desconfiada de tudo e de todos, muito "nós contra eles" alias devido ao meu estilo pessoal tive um bocado dificuldade em "penetrar" o movimento nacionalista...

Um outro serio problema são os egos, todos querem ser lideres, fazem-se e fizeram-se grupos e grupelhos que vivem de personalidades. O problema é quando certos líderes com certos tipos de egos e personalidades batem de frente.. em Portugal isso foi é e será um problema, porque depois vemos o "contar de armas" de um lado e de outro, e entendemos que afinal de contras nós estamos envolvidos em concursos de popularidade com consequenciais serias...

Depois entramos no aspecto do próprio nacionalista português, que em si, é algo que deve ser debatido e avaliado em conjunto com o que eu já escrevi: Em Portugal temos o dito "nacionalista" paternalista, ainda não entendeu que Angola é um país com hino e bandeira própria e que chama aos povo das ex-colónias "irmãos". Depois existem os outros "nacionalista" que olham para a Europa como o grande terror e que preferem estarem "orgulhosamente sós" mesmo que isso traga o suicídio económico (e talvez por serem jovens) e não se lembram que Portugal foi intervencionado (FMI) em 1977 e  em 1983, quando estávamos precisamente "orgulhosamente sós". E por fim há os nacionalistas como eu e pela certa como o MM (a menos que tenha mudado mesmo muito), que olham para os outros dois tipos de "nacionalistas" com um misto de preocupação e tristeza... No mundo onde vivemos actualmente ninguém vive sozinho, e a maior parte dos nacionalistas europeus já entendeu isso, e o que nos une não é a EU, o que nos une são os laços étnicos e culturais, e todos temos que remar para o memo lado, seja debaixo do símbolo do "9%" seja debaixo do banner das "14 palavras", mas temos que todos dar as mãos e quando se entendo o que eu estou a falar, acabamos por ter camaradas (como eu tenho) desde o Canada aos USA, a Australia, onde trocamos ideias e formas de combate porque afinal de contras todos nós temos os mesmos problemas estejamos onde estejamos, não entender isto no fundo é travar o nacionalismo.

A meu ver, e como eu já disse não sou ninguém, jugo que o movimento nacionalista em Portugal tem que mudar. A Nova Ordem Social como eu já escrevi anteriormente é uma boa ideia, estruturalmente esta dentro do que era a antiga FN, (da qual eu fui um orgulhoso integrante) mas tinha um problema fulcral exactamente como a NOS, ou seja, estas duas organizações contam com a dedicação ou o sentido de dever dos seus activistas... Eu nunca me esquecerei quando eu fiz milhares de Kms para estar numa manifestação (onde conheci pessoalmente o MM), mas o autocarro que levou os nacionalistas para essa manifestação estava metade vazio... E desmotivador ver casos desses, e é foi por ver ao longo de muitos anos casos iguais a esse que relatei agora mesmo, que eu decidi apenas pertencer a organizações onde tenham  membros (e não activistas), onde se pagam costas mensais, onde o nosso compromisso para com a organização e a causa seja total... Com isto não estou a dizer que a NOS não deva ter activistas como tem, nada disso, mas no dia que a NOS tiver nos seus quadros o ranking "membro" contem comigo, porque eu ai saberei que quem esta ali esta a 100% como eu estarei!

És dos 100% puros e fieis à ideologia base que dá origem a todo o nacionalismo. O meu respeito e admiração por tal.

Apesar de como já o disse, não ser o meu caso..

Mas admiro essa entrega e capacidade para manter fiel é ideia base. A tua concepção do mundo. E acima de tudo parabéns por o assumires com essa clareza e frontalidade.
goncalo.j.f.marques
goncalo.j.f.marques
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 491
Pontos : 637
Reputação : 46
Data de inscrição : 18/01/2019
Localização : Rio Maior

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Joana fm em Seg Mar 18, 2019 2:13 pm

goncalo.j.f.marques escreveu:@ Mário, concordo.

Aqui penso que o problema não seja apenas alguns quererem parecer o que não são. Acho que muitos nem sequer sabem o que são.

Era importantíssimo que todos se auto-analisassem e percebessem primeiro quem são e o que são. E depois o assumissem frontalmente.

Discordo um pouco da parte de que se for "suficientemente diferente" não se juntar. Penso que seja possível juntar desde que ambos os lados saibam claramente as regras e com o que contar. Mau mesmo é pensar que temos uma pessoa a nosso lado e depois se revelar ser uma pessoa completamente diferente.
De resto até com diferenças são possíveis sinergias positivas.

Dou o meu exemplo. Desde inicio, que fui bem claro e chegamos a falar sobre isto.
Desde inicio que sabemos aquilo em que convergimos e aquilo em que divergimos.

Considero que estamos alinhados em 75% das ideias, o que pareceu suficiente para uma união.

Mas também desde inicio ficou claro que estes 75% eram suficientes para nos unir pelas ideias comuns e lutar até que o movimento Nacionalista ganhe destaque e dimensão nacional, da mesma forma que ficou claro que os restantes 25% seriam suficientes para fazer de mim dissidente aquando o movimento tenha poder politico.

Basicamente apenas corrigia este pequeno ponto. E diria a um nacionalista, que tenha amor à pátria mas que tenhas algumas divergências para se juntar de igual forma, Mas para se juntar assumindo claramente o que é e como pensa. Nunca fingir ser o que não é pois isso sim trará danos.

De resto até com pequenas diferenças é possível criar sinergias benéficas para ambos os lados...Julgo.

Abraço


.....Alguns nem sabem o que são. ..


Não poderia concordar mais!
Joana fm
Joana fm
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 705
Pontos : 886
Reputação : 53
Data de inscrição : 13/01/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por goncalo.j.f.marques em Seg Mar 18, 2019 2:21 pm

@ BTK vou aqui escrever este resumo, que foge um pouco ao tópico e por isso mesmo o apagarei depois.

Concordo com a larga maioria do que dizes. Apenas vou explanar a parte da tua critica ao "orgulhosamente sós".

A minha base ideológica é similar (senão mesmo igual) à tua, tendo lido provavelmente os mesmos "escritos". Li, assimilei e identifiquei-me.

Como já disse, sou ateu e anti-UE. Sou Nacionalista unicamente Português. E Porque?

Fui-me conhecendo e aos meus antepassados e a uma história que muito me orgulha.

Comecei como o você, mas a história fez-me ir mais longe. E deixe-me realçar este facto que não é insignificante para o caso. Realço que sou Ateu.

Metade do que digo são factos provados, parte são versões e parte as minhas conclusões e a minha visão.

Toda esta história do Povo Cristão Europeu se inicia à 2000 anos com um visionário chamado Jesus. Não o vejo como Santo ou filho de Deus, mas como um visionário e politico genial capaz de mover o mundo com a sua oratória (tal como foram Ghandi, Buda etc etc).
Há uma lacuna na vida de Jesus, em que se supõe ter vivido a partir dos 12 anos na Índia, para onde se diz ter voltado após a crucificação.
Depois existe o "Assalto" à sua igreja por parte de Roma, com um imperador a ser colocado como lider da igreja no seu Leito de morte, a expulsão de todas as mulheres (incluindo Maria Madalena)..etc etc..etc... não vou aprofundar, sabemos que foi para unir uma Roma dividida entre pagãos e cristãos à beira da guerra..

Os tempos passaram. E durante mil anos os descendentes da verdadeira linhagem de Cristo (genética e ideológica) foram perseguidos. Até que em 1118 se cria a ordem dos "pobres Templários". Vem depois da Primeira Cruzada, e têm com eles todo o conhecimento dos verdadeiros "Herdeiros".
1307- devido a dividas do Reino de França para com os Templários é-lhes declarada guerra em toda a Europa.
Neste Momento já existia a Ordem em Tomar, e ao Portugal não os perseguir grande parte se vem refugiar em Portugal. O pinhal Interior e de Leiria são criados exactamente para as descobertas. Portugal é fundado por cavaleiros Templários.
Entretanto muda o nome para Ordem de Cristo, inverte as cores da Bandeira (o que todos sabemos).

Adiante é aqui que me passo a identificar como apenas Português e não Europeu. Somos fundados por uma ordem perseguida e dizimada em toda a Europa que aqui se refugia.
Dominamos o mundo, descobrimos mundo graças a essa ordem. Os nossos Reis e Infantes era Grão mestres da mesma Ordem.

Considero-me descendente (culturalmente e geneticamente) desses "guerreiros" que toda a restante Europa perseguiu, tirando alguns castelos que templários que permaneceram no Reino Unido (principalmente Escócia).

Não menosprezo a ligação (não provada), de Jesus ter vivido o inicio e fim de Vida na Índia e ser precisamente essa a terra que as Descobertas Portuguesas, lideradas por templários mais pretendeu chegar, tendo conquistado Goa. Também não menosprezo terem sido Ingleses a nos tirar de lá.

Não esqueço as Invasões Francesas (apoiadas por espanhóis, pois só depois França se virou contra Espanha), e terem sido precisamente Ingleses a nos vir apoiar, precisamente o "outro" país que tinha Templários.

Não esqueço todas as guerras e disputas com França, Espanha, Inglaterra e até Holanda...muitas delas originárias do conhecimento e domínio mundial que os templários nos deram.

Poderia aprofundar. Mas culturalmente me identifico como Português, um povo diferente do restante Europeu, descendente desses Nobres Cavaleiros (cruzados com celtas/visigodos etc), que não existem na restante Europa por terem sido exterminados. Fomos Odiados e todos nos atacaram.

Será Portus Calle ou será Port Du Gral (como está em tomar)? Estará cá o Grall? Seremos os "Herdeiros"?

Seremos nós culturalmente e genética mente os últimos Herdeiros do "sangue Santo". Se Roma não tivesse Assaltado a Igreja provavelmente o Vaticano estaria em Tomar (ou em Jerusalém se não lhes tivessem dado guerra).

São dados aleatórios que aqui deixo para dizer só isto : Durante 900 anos divergimos de toda a Restante Europa, demos Guarida e fomos fundados por aqueles a quem todos deram Guerra, dominámos o mundo e grande parte da Europa nos atacou Militarmente.

O aprofundar de tudo isto e a minha convicção me tornou "apenas" Português e não Europeu.

Isto daria para 200 paginas...mas penso que este texto da para perceber a linha de pensamento que me fez "isolar".

Grande abraço


Última edição por goncalo.j.f.marques em Seg Mar 18, 2019 2:39 pm, editado 1 vez(es)
goncalo.j.f.marques
goncalo.j.f.marques
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 491
Pontos : 637
Reputação : 46
Data de inscrição : 18/01/2019
Localização : Rio Maior

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Mário Machado em Seg Mar 18, 2019 2:38 pm

BtK...100% de acordo!!! Em tudo!
Mário Machado
Mário Machado
Admin

Mensagens : 1742
Pontos : 3008
Reputação : 307
Data de inscrição : 12/01/2019
Idade : 43
Localização : Cascais

http://www.novaordemsocial.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Billy the Kid em Seg Mar 18, 2019 3:08 pm

goncalo.j.f.marques escreveu:@ BTK vou aqui escrever este resumo, que foge um pouco ao tópico e por isso mesmo o apagarei depois.

Concordo com a larga maioria do que dizes. Apenas vou explanar a parte da tua critica ao "orgulhosamente sós".

A minha base ideológica é similar (senão mesmo igual) à tua, tendo lido provavelmente os mesmos "escritos". Li, assimilei e identifiquei-me.

Como já disse, sou ateu e anti-UE. Sou Nacionalista unicamente Português. E Porque?

Fui-me conhecendo e aos meus antepassados e a uma história que muito me orgulha.

Comecei como o você, mas a história fez-me ir mais longe. E deixe-me realçar este facto que não é insignificante para o caso. Realço que sou Ateu.

Metade do que digo são factos provados, parte são versões e parte as minhas conclusões e a minha visão.

Toda esta história do Povo Cristão Europeu se inicia à 2000 anos com um visionário chamado Jesus. Não o vejo como Santo ou filho de Deus, mas como um visionário e politico genial capaz de mover o mundo com a sua oratória (tal como foram Ghandi, Buda etc etc).
Há uma lacuna na vida de Jesus, em que se supõe ter vivido a partir dos 12 anos na Índia, para onde se diz ter voltado após a crucificação.
Depois existe o "Assalto" à sua igreja por parte de Roma, com um imperador a ser colocado como lider da igreja no seu Leito de morte, a expulsão de todas as mulheres (incluindo Maria Madalena)..etc etc..etc... não vou aprofundar, sabemos que foi para unir uma Roma dividida entre pagãos e cristãos à beira da guerra..

Os tempos passaram. E durante mil anos os descendentes da verdadeira linhagem de Cristo (genética e ideológica) foram perseguidos. Até que em 1118 se cria a ordem dos "pobres Templários". Vem depois da Primeira Cruzada, e têm com eles todo o conhecimento dos verdadeiros "Herdeiros".
1307- devido a dividas do Reino de França para com os Templários é-lhes declarada guerra em toda a Europa.
Neste Momento já existia a Ordem em Tomar, e ao Portugal não os perseguir grande parte se vem refugiar em Portugal. O pinhal Interior e de Leiria são criados exactamente para as descobertas. Portugal é fundado por cavaleiros Templários.
Entretanto muda o nome para Ordem de Cristo, inverte as cores da Bandeira (o que todos sabemos).

Adiante é aqui que me passo a identificar como apenas Português e não Europeu. Somos fundados por uma ordem perseguida e dizimada em toda a Europa que aqui se refugia.
Dominamos o mundo, descobrimos mundo graças a essa ordem. Os nossos Reis e Infantes era Grão mestres da mesma Ordem.

Considero-me descendente (culturalmente e geneticamente) desses "guerreiros" que toda a restante Europa perseguiu, tirando alguns castelos que templários que permaneceram no Reino Unido (principalmente Escócia).

Não menosprezo a ligação (não provada), de Jesus ter vivido o inicio e fim de Vida na Índia e ser precisamente essa a terra que as Descobertas Portuguesas, lideradas por templários mais pretendeu chegar, tendo conquistado Goa. Também não menosprezo terem sido Ingleses a nos tirar de lá.

Não esqueço as Invasões Francesas (apoiadas por espanhóis, pois só depois França se virou contra Espanha), e terem sido precisamente Ingleses a nos vir apoiar, precisamente o "outro" país que tinha Templários.

Não esqueço todas as guerras e disputas com França, Espanha, Inglaterra e até Holanda...muitas delas originárias do conhecimento e domínio mundial que os templários nos deram.

Poderia aprofundar. Mas culturalmente me identifico como Português, um povo diferente do restante Europeu, descendente desses Nobres Cavaleiros (cruzados com celtas/visigodos etc), que não existem na restante Europa por terem sido exterminados. Fomos Odiados e todos nos atacaram.

Será Portus Calle ou será Port Du Gral (como está em tomar)? Estará cá o Grall? Seremos os "Herdeiros"?

Seremos nós culturalmente e genética mente os últimos Herdeiros do "sangue Santo". Se Roma não tivesse Assaltado a Igreja provavelmente o Vaticano estaria em Tomar (ou em Jerusalém se não lhes tivessem dado guerra).

São dados aleatórios que aqui deixo para dizer só isto : Durante 900 anos divergimos de toda a Restante Europa, demos Guarida e fomos fundados por aqueles a quem todos deram Guerra, dominámos o mundo e grande parte da Europa nos atacou Militarmente.

O aprofundar de tudo isto e a minha convicção me tornou  "apenas" Português e não Europeu.

Isto daria para 200 paginas...mas penso que este texto da para perceber a linha de pensamento que me fez "isolar".

Grande abraço

HA algumas coisas que escreveu que eu pessoalmente ou não concordo ou vejo de forma diferente... particularmente as cruzadas, Cristo etc, etc... certamente iria-mos passar horas a falar sobre factos históricos e até mesmo a historia em si! Alias eu até entendo como vê o mundo ate mesmo o quanto os templários influenciaram ou não na formação de Portugal... acredite que entendo como vê as coisas... Mas eu volto sempre ao ponto de partida, que faz com que eu discorde com a sua posição: Não podemos ficar presos ao passado, e não vivemos sozinhos... como eu escrevi em outros posts, se amanha Portugal sair da EU, ai falaremos do "Portugal orgulhosamente só", e ai sentamos-nos a mesa e conversaremos de outro ponto de vista e avaliaremos a nova situação! Agora se eu sei, e o Gonçalo sabe, que estamos na EU, e que não se deslumbra no horizonte uma saída da EU, ser-se anti EU apenas por Portugal, é limitar os nossos horizontes e as potencialidades que existem em colaborar com outros grupos nacionalistas europeus... E é esta a "batalha" que eu tento travar no fundo, vamos deixar o passado no passado, vamos aproveitar o melhor que o presente nos dá e acima de tudo, tentar construir algo para o futuro desenrole-se da forma que se desenrolar!
Billy the Kid
Billy the Kid
Admin

Mensagens : 560
Pontos : 625
Reputação : 59
Data de inscrição : 14/01/2019
Idade : 40

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Jorge Miguel em Ter Mar 19, 2019 12:55 am

Eu pessoalmente concordo com o que disse o BTtK a 100%!
Falando de mim em particular eu considero que existem nacionalistas e existem os revoltados, embora estes últimos se considerem nacionalistas não o são, amam Portugal, amam nosso povo e tradições é verdade mas nacionalistas ideologicamente formados não o são. Eu contra mim falo, mas acho que um nacionalista sabe bem da sua missão contra quê luta, a lealdade ao seu líder é extrema o MM por várias vezes teve de aplar mais que uma vez para que seu apelo fosse comprido, por exemplo este fórum apesar do esforço que fizeram para o criarem e fazem para o manter actual e atractivo existem activistas que nunca vieram cá, sei que não são obrigados mas acho que é uma questão de respeito por quem trabalha diariamente, passa se o mesmo no grupo activistas no Facebook existe mais participação num tópico fútil de lavagem de roupa suja do que se for algo sério e importante para o movimento. Isto não é críticar ninguém ista é apenas a minha visão e as críticas começam em mim e terminam em mim. Sim um grande amor pelo meu país, adoro nossa cultura tenho uma enorme admiração pelo Mário Machado e até ciúmes da coragem dele, mas ideologicamente sou um analfabeto comparado com o BTK ou o Gonçalo, como tal acho que a NOS é essencial para o país, acho este Mário maduro e ponderado o homem certo no lugar certo, mas fazendo uma auto avaliação sincera eu pertenço mais aos revoltados que ao nacionalistas, não quer isto dizer que não apoie a NOS, pois apoio totalmente! Agora nacionalista puro como é o MM ou o BTK por exemplo não sou como não o é grande parte e até é uma ofensa nos colocarmos no mesmo patamar. Agora enquanto for activista e apoiar a NOS o Mário é o meu líder e pode contar que seja onde for irei dar a cara para o defender, pois eu tenho muito defeito as vezes seria preferível estar calado pois não iria parecer tão ignorante, mas hipócrita e falso são coisas que jamais me puderam acusar!
Jorge Miguel
Jorge Miguel
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 548
Pontos : 625
Reputação : 75
Data de inscrição : 13/01/2019
Idade : 36
Localização : Águeda

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Mário Machado em Ter Mar 19, 2019 3:15 am

JM obrigado pelas palavras, pela parte que me toca.
Tentarei não decepcionar.
É uma honra ter camaradas como tu.
Abraço forte
Mário Machado
Mário Machado
Admin

Mensagens : 1742
Pontos : 3008
Reputação : 307
Data de inscrição : 12/01/2019
Idade : 43
Localização : Cascais

http://www.novaordemsocial.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Jorge Miguel em Ter Mar 19, 2019 3:27 am

Decepcionar nem a mim nem a ninguém, mesmo que um dia decidi se por se afastar do nacionalismo, embora essa decisão fosse a morte do nacionalismo em Portugal, ninguém mas mesmo ninguém poderia ficar desiludido ou decepcionado. Pois a verdade é que nós podemos andar com juras de lealdade até à morte mas ninguém iria aguentar metade do que ja passou por ser nacionalista essa é a verdade! Como tal se há coisa que não pode ser acusado é de ter decepcionado os seus camaradas!
Jorge Miguel
Jorge Miguel
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 548
Pontos : 625
Reputação : 75
Data de inscrição : 13/01/2019
Idade : 36
Localização : Águeda

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Mário Machado em Ter Mar 19, 2019 8:07 am

Olha...resta-me dizer BOIA CHI MOLA! Very Happy Very Happy
Mário Machado
Mário Machado
Admin

Mensagens : 1742
Pontos : 3008
Reputação : 307
Data de inscrição : 12/01/2019
Idade : 43
Localização : Cascais

http://www.novaordemsocial.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por Billy the Kid em Ter Mar 19, 2019 10:59 am

Jorge Miguel escreveu:Eu pessoalmente concordo com o que disse o BTtK a 100%!
Falando de mim em particular eu considero que existem nacionalistas e existem os revoltados, embora estes últimos se considerem nacionalistas não o são, amam Portugal, amam nosso povo e tradições é verdade mas nacionalistas ideologicamente formados não o são. Eu contra mim falo, mas acho que um nacionalista sabe bem da sua missão contra quê luta, a lealdade ao seu líder é extrema o MM por várias vezes teve de aplar mais que uma vez para que seu apelo fosse comprido, por exemplo este fórum apesar do esforço que fizeram para o criarem e fazem para o manter actual e atractivo existem activistas que nunca vieram cá, sei que não são obrigados mas acho que é uma questão de respeito por quem trabalha diariamente, passa se o mesmo no grupo activistas no Facebook existe mais participação num tópico fútil de lavagem de roupa suja do que se for algo sério e importante para o movimento. Isto não é críticar ninguém ista é apenas a minha visão e as críticas começam em mim e terminam em mim. Sim um grande amor pelo meu país, adoro nossa cultura tenho uma enorme admiração pelo Mário Machado e até ciúmes da coragem dele, mas ideologicamente sou um analfabeto comparado com o BTK ou o Gonçalo, como tal acho que a NOS é essencial para o país, acho este Mário maduro e ponderado o homem certo no lugar certo, mas fazendo uma auto avaliação sincera eu pertenço mais aos revoltados que ao nacionalistas, não quer isto dizer que não apoie a NOS, pois apoio totalmente! Agora nacionalista puro como é o MM ou o BTK por exemplo não sou como não o é grande parte e até é uma ofensa nos colocarmos no mesmo patamar. Agora enquanto for activista e apoiar a NOS o Mário é o meu líder e pode contar que seja onde for irei dar a cara para o defender, pois eu tenho muito defeito as vezes seria preferível estar calado pois não iria parecer tão ignorante, mas hipócrita e falso são coisas que jamais me puderam acusar!

Muito obrigado pelas gentis palavras que me dirige! Existem diferentes tipos de nacionalistas, mas também ha o evoluir de um nacionalista, como eu disse no meu primeiro post, o MM podia ter ficado pelo "Sporting ale Sporting ale", mas evoluiu (embora o MM tivesse um confronto de valores ainda muito jovem que apenas serviu para fortaleceu os ideais... A prisão faz isso!) E também por essa razão que não se encontra muitos MMs. Todos nos temos que saber quem somos e ate onde estamos dispostos a ir pelos ideias que supostamente dizemos defender, mas quanto ao analfabetismo de que fala é uma realidade... São poucos os nacionalistas que se informam, que estudam não só a ideologia como a historia... as ideologias não nascem em tubos de ensaio, são o produtos de factores sociais, económicos e politicos num determinado espaço temporal e geográfico... Por isso, estudar o Nacional Socialismo (por exemplo) sem entender o contexto histórico deixa muito nacionalista, a julgar factos ou actos do III Reich de forma estéril (por outras palavra, passar julgamento em vácuo) acabando por nunca entender verdadeiramente a doutrina Nacional Socialista e para mim este sim é sem duvida o pior tipo de analfabetismo de quem se diz nacionalista.

E para que se combata o analfabetismo no ceio nacionalista deixo aqui alguns livros para lerem, (livros que eu li):
- "Mein Kampf" de Adolf Hitler
- "Nemesis? The Story of Otto Strasser" de Reed, Douglas
- "O Triunfo dos Porcos" de George Orwell
- "1984" de George Orwell
- "O Príncipe" de Nicolau Maquiavel
- "Assim Falou Zaratustra" de Friedrich Nietzsche
- "O Anticristo" de Friedrich Nietzsche
- "The Protocols of the Elders of Zion" de Matvei Golovinski
- "The Art of War" de Sun Tzu
- "The Turner Diaries" de William Luther Pierce
- "Hunter" de William Luther Pierce
- "The Fame of a Dead Man's Deeds" de Robert S. Griffin
- "Deceived, Damned & Defiant: The Revolutionary Writings of David Lane" de David Lane
- "KD Rebel" de David Lane
- "Victory Or Valhalla: The Final Compilation of Writings by David Lane" de David Lane
Billy the Kid
Billy the Kid
Admin

Mensagens : 560
Pontos : 625
Reputação : 59
Data de inscrição : 14/01/2019
Idade : 40

Voltar ao Topo Ir em baixo

O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte? Empty Re: O porquê de em Portugal não existir um movimento nacionalista forte?

Mensagem por goncalo.j.f.marques em Ter Mar 19, 2019 12:29 pm

Billy the Kid escreveu:
Jorge Miguel escreveu:Eu pessoalmente concordo com o que disse o BTtK a 100%!
Falando de mim em particular eu considero que existem nacionalistas e existem os revoltados, embora estes últimos se considerem nacionalistas não o são, amam Portugal, amam nosso povo e tradições é verdade mas nacionalistas ideologicamente formados não o são. Eu contra mim falo, mas acho que um nacionalista sabe bem da sua missão contra quê luta, a lealdade ao seu líder é extrema o MM por várias vezes teve de aplar mais que uma vez para que seu apelo fosse comprido, por exemplo este fórum apesar do esforço que fizeram para o criarem e fazem para o manter actual e atractivo existem activistas que nunca vieram cá, sei que não são obrigados mas acho que é uma questão de respeito por quem trabalha diariamente, passa se o mesmo no grupo activistas no Facebook existe mais participação num tópico fútil de lavagem de roupa suja do que se for algo sério e importante para o movimento. Isto não é críticar ninguém ista é apenas a minha visão e as críticas começam em mim e terminam em mim. Sim um grande amor pelo meu país, adoro nossa cultura tenho uma enorme admiração pelo Mário Machado e até ciúmes da coragem dele, mas ideologicamente sou um analfabeto comparado com o BTK ou o Gonçalo, como tal acho que a NOS é essencial para o país, acho este Mário maduro e ponderado o homem certo no lugar certo, mas fazendo uma auto avaliação sincera eu pertenço mais aos revoltados que ao nacionalistas, não quer isto dizer que não apoie a NOS, pois apoio totalmente! Agora nacionalista puro como é o MM ou o BTK por exemplo não sou como não o é grande parte e até é uma ofensa nos colocarmos no mesmo patamar. Agora enquanto for activista e apoiar a NOS o Mário é o meu líder e pode contar que seja onde for irei dar a cara para o defender, pois eu tenho muito defeito as vezes seria preferível estar calado pois não iria parecer tão ignorante, mas hipócrita e falso são coisas que jamais me puderam acusar!

Muito obrigado pelas gentis palavras que me dirige! Existem diferentes tipos de nacionalistas, mas também ha o evoluir de um nacionalista, como eu disse no meu primeiro post, o MM podia ter ficado pelo "Sporting ale Sporting ale", mas evoluiu (embora o MM tivesse um confronto de valores ainda muito jovem que apenas serviu para fortaleceu os ideais... A prisão faz isso!)  E também por essa razão que não se encontra muitos MMs. Todos nos temos que saber quem somos e ate onde estamos dispostos a ir pelos ideias que supostamente dizemos defender, mas quanto ao analfabetismo de que fala é uma realidade... São poucos os nacionalistas que se informam, que estudam não só a ideologia como a historia... as ideologias não nascem em tubos de ensaio, são o produtos de factores sociais, económicos e politicos num determinado espaço temporal e geográfico...  Por isso, estudar o Nacional Socialismo (por exemplo) sem entender o contexto histórico deixa muito nacionalista, a julgar factos ou actos do III Reich de forma estéril (por outras palavra, passar julgamento em vácuo) acabando por nunca entender verdadeiramente a doutrina Nacional Socialista e para mim este sim é sem duvida o pior tipo de analfabetismo de quem se diz nacionalista.

E para que se combata o analfabetismo no ceio nacionalista deixo aqui alguns livros para lerem, (livros que eu li):
- "Mein Kampf" de  Adolf Hitler
- "Nemesis? The Story of Otto Strasser" de Reed, Douglas
- "O Triunfo dos Porcos" de George Orwell
- "1984" de George Orwell
- "O Príncipe" de Nicolau Maquiavel
- "Assim Falou Zaratustra" de Friedrich Nietzsche
- "O Anticristo" de Friedrich Nietzsche
- "The Protocols of the Elders of Zion" de Matvei Golovinski
- "The Art of War" de Sun Tzu
- "The Turner Diaries" de William Luther Pierce
- "Hunter" de William Luther Pierce
- "The Fame of a Dead Man's Deeds" de Robert S. Griffin
- "Deceived, Damned & Defiant: The Revolutionary Writings of David Lane" de David Lane
- "KD Rebel" de David Lane
- "Victory Or Valhalla: The Final Compilation of Writings by David Lane" de David Lane

Boa Lista de Livros.

Acrescento talvez para começar e mais faceis de ler.. Introdutórios e visões uma mais "populista - sr Oswald" e uma mais actual Haider. Não é fácil encontrar traduzidos mas procurem em sites brasileiros... encontra-se alguma coisa de ambos autores.

- My Life - Oswald Mosley
- Europe: Faith And Plan
- Zu Gast bei Saddam. Im "Reich des Bösen"

Abraço
goncalo.j.f.marques
goncalo.j.f.marques
Simply the best
Simply the best

Mensagens : 491
Pontos : 637
Reputação : 46
Data de inscrição : 18/01/2019
Localização : Rio Maior

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum